Biópsia

Nome dado ao ato cirúrgico que se destina à obtenção de um fragmento de pele para ser enviado ao laboratório para a posterior análise visando firmar um diagnóstico suspeito de uma doença.

O laudo é o resultado do exame que conterá o diagnóstico ou suspeitas diagnósticas que orientarão a conduta do médico responsável pelo paciente.

Como a pele é de fácil acesso e as doenças de causas diversas podem ter o mesmo aspecto ou, ainda, uma mesma doença pode ter várias apresentações, realizam-se biopsias de pele com freqüência. A biópsia não é exclusiva dos dermatologistas, sendo realizada em quase todas as especialidades, quando há necessidade.

A biópsia é uma pequena cirurgia e cuidados devem ser seguidos. O paciente deve:

  • se possível, não estar usando anticoagulantes;
  • informar alergia prévia ou não ao anestésico a ser empregado;
  • fazer repouso dependendo do local da biópsia;
  • programar retorno para remoção dos pontos, caso tenha sido suturado;
  • possuir o número do telefone do cirurgião para qualquer intercorrência;
  • seguir as recomendações médicas nos cuidados posteriores.