Alterações nos cabelos

Os fios de cabelos apresentam um ciclo de crescimento individual que passa por três fases sucessivas: 

  • ANÁGENA: de crescimento contínuo as células se dividem e sofrem queratinização continuamente por 2 a 5 anos;
  • CATÁGENA: na qual o pêlo sofre involução, sendo envolvido por uma membrana espessa que dura cerca de 3 semanas;
  • TELÓGENA: tem duração de 3 meses e é quando o pêlo enfraquece sua ligação à base do folículo se desprende e se solta.

Em geral apresentamos as seguintes proporções de fios de cabelos: 85% na fase Anágena, 14% na Telógena e 1% na Catágena.  Admitindo-se 100 a 150 mil folículos no couro cabeludo, e, considerando-se que cerca de 10% estão em fase de repouso, por aproximadamente 100 dias, considera-se normal a queda em média de até 100 fios de cabelos por dia.

No entanto algumas condições e doenças podem aumentar a queda de cabelos assim como a apresentar rarefação e o afinamento. São elas: anemia, doenças da tireóide, emagrecimento e estresse profundo, além de tendências hereditárias. Para avaliar adequadamente as causas da queda dos cabelos e necessário uma avaliação global do paciente, buscando detectar as causas precocemente e instituir modalidades de tratamentos que variam desde medicações tópicas e sistêmicas até o transplante capilar.